Falando com pais (01/04)

Publicado 1 de abril de 2021

A natureza tem mistérios que surpreendem, ensinam, além de encantar. Depois de plantada a semente do bambu, este incrível arbusto, por aproximadamente cinco anos não se vê nada, durante esse tempo o crescimento é completamente subterrâneo. O que ocorre é o crescimento de uma maciça e fibrosa estrutura de raiz que se estende vertical e horizontalmente pela terra. Então, ao término desse tempo, o bambu passa a crescer e daí em diante chega atingir vários metros. 

Contudo, a sua magnitude não para por aí, o bambu tem características especiais, já que além de flexível e forte, é resistente, a ponto de se curvar e não quebrar, mesmo diante de tempestades e ventos fortes.  Simbolicamente representa humildade, paciência e determinação. 

Neste momento de Pandemia, sobretudo pelos últimos acontecimentos que nos coloca em grande atenção, o impacto causado pela crise sanitária do novo coronavírus na economia nacional e local nos obrigou a conviver com lockdown, fechamentos de comércios como também com restrições de atividades econômicas. Sabemos o quanto tudo isso afeta, sobretudo, a economia doméstica em virtude das preocupações que surgem diante das contas para pagar. Preocupações que se estabelecem diante de um cenário incerto e cauteloso, fora o medo de ser vítima da doença ou ver seus familiares falecerem por causa do vírus. Entretanto, somente com ações e medidas extremas, além dos esforços concentrados de governos e população que será possível buscar recursos para superar e vencer esse mal que entristece a todos nós.

Enfim, o panorama nos remete a um olhar de preocupação, insegurança e muito medo. É nesse momento que resgatamos a maior lição que o bambu nos ensina, a resiliência, ou seja, a capacidade de enfrentar, aprender, crescer e amadurecer em meios às adversidades, dificuldades e aos desafios que a vida nos impõe, usando os recursos internos pessoais para encarar essas situações. É preciso muita fibra para chegar às alturas e, ao mesmo tempo, muita flexibilidade para se curvar ao chão sem quebrar.

A resiliência passou a ser nossa estratégia de sobrevivência neste momento tão difícil. Ela nos convida a ver duas vezes o cenário de um modo diferente. Podemos tratar com impulsividade, sem conseguir resolver nada, ou por meio da paciência, resistência (uma condição mais misericordiosa) tratar com mais tranquilidade, mais cuidado o problema. A resiliência é uma grande virtude da humanidade, principalmente agora, quando somos levados a exercitar a paciência com nossos filhos, companheiros, familiares, empregos, etc. Não podemos, por mais desafiadora que seja toda essa situação, deixar-nos ser dominados pela irritabilidade, desespero ou descrença. 

Quando olhamos a perdas de tantas famílias pela pandemia, solidarizamo-nos acreditando na intercessão divina em nosso planeta, resgatando-nos desse momento atribulado, dando sentido às nossas existências. Especialmente nesta Quinta-feira Santa, lembremos da Última Ceia do Senhor e a Cerimônia do Lava Pés, despojemo-nos de nosso orgulho e nossas vaidades para estar a serviço dos nossos irmãos seja em oração ou na necessária ajuda material. Que também em nosso lar exerçamos a compreensão e o respeito mútuo, cuidando com amor uns dos outros.

Sejamos persistentes, fortes, resistentes tal como um bambu, sejamos mansos, pacíficos e prósperos como Aquele que nos acolhe, envolve e protege.

Desejamos uma excelente Páscoa em família!

A Direção e Coordenação

Download WordPress Themes Free
Download WordPress Themes Free
Download WordPress Themes
Download Best WordPress Themes Free Download
download udemy paid course for free
download xiomi firmware
Download WordPress Themes
download udemy paid course for free